Search Icon
Marionet Logo
Menu Icon
Peça de Teatro

Arcadia

Partilhar
test
TÍTULO
Arcadia
AUTORES(AS)

Tom Stoppard

SINOPSE

Numa grande casa de campo no Derbyshire em Abril de 1809 está sentada Lady Thomasina Coverly, de treze anos de idade, com o seu tutor, Septimus Hodge. Através da janela pode ver-se uma parte dos ’500 acres com o lago incluído’ onde a paisagem idealizada de Capability Brown está prestes a dar lugar ao “pituresco” estilo Gótico: ‘tudo menos os vampiros’, como notará a historiadora do jardim Hannah Jarvis, 180 anos depois, na mesma sala a Bernard Nightingale – que chegou para expôr o escândalo que se diz ter tido lugar aquando da estadia de Lord Byron em Sidley Park.

DISPONIBILIDADE
Disponível
ANO
2009
ISBN
978-0-571-16934-4
TIPOLOGIA
Peça de Teatro
EDITORA
Faber and Faber Ltd
biografia

Tom Stoppard

A peça mais recente de Tom Stoppard, Leopoldstadt, estreou no Wyndham Theatre em 2020.

Contam-se entre as suas peças: Rosencrantz and Guildenstern are Dead, The Real Inspector Hound, After Magritte, Jumpers, Dogg’s Our Pett, New-Found Land, Dogg’s Hamlet, Cahoot’s Macbeth, Travesties, Every Good Boy Deserves Favour (uma peça para actores e orquestra escrita com André Previn), Night and Day, The Real Thing, Hapgood, Arcadia, Indian Ink, The Invention of Love, The Coast of Utopia, Rock ‘n’ Roll e The Hard Problem.
As suas adaptações incluem: Tango, Undiscovered Country, On the Razzle, Rough Crossing e Dalliance.

Entre as suas traduções estão incluídas: The Seagull, Henry IV, Ivanov, The Cherry Orchard, The House Of Bernarda Alba e Largo Desolato. Escreveu oito peças vencedoras de prémios do Evening Standard e cinco das suas peças receberam prémios Tony.

Nas suas peças para rádio podem-se contar: Darkside (escrita sobre o álbum The Dark Side of the Moon dos Pink Floyd); On ‘Dover Beach’, If You’re Glad, I’ll Be Frank, Albert’s Bridge (vencedor do prémio Italia); M is for Moon Among Other Things, The Dissolution of Dominic Boot, Where Are They Now?, Artist Descending a Staircase, The Dog It Was That Died e In the Native State.

Adaptações para televisão incluem: Parade’s End (BBC/HBO); A Walk on the Water (de Enter a Free Man); Three Men in a Boat e The Dog It Was That Died. Argumentos originais para televisão incluem Another Moon Called Earth, A Separate Peace, Neutral Ground, Teeth and Professional Foul, vencedores de prémios BAFTA, da Broadcasting Press Guild e da Squaring the Circle. Adaptou a sua dramatização para televisão de Three Men in a Boat de Jerome K Jerome para a BBC Radio.

Nos seus argumentos contam-se Anna Karenina, Despair, The Romantic Englishwoman, The Human Factor, Brazil, Empire of the Sun, The Russia House, Billy Bathgate, Poodle Springs e Shakespeare in Love (com Marc Norman), vencedor de um prémio da Academia para Melhor Argumento Original, um Globo de Ouro e os prémios da Broadcast Film Critics e American Guild para Melhor Argumento em 1998. Dirigiu e escreveu o argumento para a adaptação a filme de Rosencrantz and Guildenstern are Dead, vencedor do Prix d’Or no Venice Film Festival em 1990 para Melhor Filme.

Menu Icon