Search Icon
Marionet Logo
Menu Icon
Peça de Teatro

The Physicists

Partilhar
test
TÍTULO
The Physicists
AUTORES(AS)

Friedrich Dürrenmatt

SINOPSE

The Physicists, comédia em dois atos do escritor suíço Friedrich Dürrenmatt, apresentada e publicada em alemão como Die Physiker em 1962. A peça, muitas vezes considerada a melhor de Dürrenmatt, aborda o dilema ético que surge quando políticos inescrupulosos obtêm acesso a conhecimento científico que tem o potencial para destruir o mundo.

Três físicos, fingindo ser loucos, internam-se voluntariamente num asilo administrado por uma psiquiatra megalomaníaca, Dra. Mathilde von Zahnd. O físico ético Möbius (conhecido como Rei Salomão) encarcera-se para impedir que o mundo obtenha e use indevidamente a sua invenção. Os outros dois físicos (conhecidos no sanatório como Newton e Einstein) são realmente espiões rivais, um representando o Oriente e o outro o Ocidente, à espera de conseguir o segredo de Möbius.

Möbius convence os espiões de que a salvação da humanidade depende de os três permanecerem isolados juntos. Eles descobrem que a Dra. von Zahnd roubou os segredos de Möbius e agora é capaz de controlar o mundo. Resignados, os três assumem seus papéis de loucos.

DISPONIBILIDADE
Disponível
ANO
1962
ISBN
978-0-573-01340-3
TIPOLOGIA
Peça de Teatro
EDITORA
Samuel French
biografia

Friedrich Dürrenmatt

Friedrich Dürrenmatt foi um dramaturgo e romancista suíço, de expressão alemã, nascido em 1921 e falecido em 1990. Estudou Filosofia e História da Arte e da Literatura nas Universidades de Berna e de Zurique, dedicando-se também ao desenho e à pintura, que abandonou para seguir a carreira literária. É autor de parábolas em que a crítica do mundo contemporâneo se impõe através de uma visão trágica e grotesca da condição humana. Foi proponente do teatro épico cujas peças refletiram experiências da Segunda Guerra Mundial. Ganhou a maior parte de sua fama devido aos seus dramas vanguardistas, romances policiais, e algumas sátiras macabras.

Entre as suas obras encontram-se Romulus der Grosse (Rómulo o Grande, 1949), Der Besuch der alten Dame (A Visita da Velha Senhora, 1956) e Der Richter und sein Henker (O Juiz e o seu Carrasco, 1986).

Menu Icon