Search Icon
Marionet Logo
Menu Icon
Peça de Teatro

The Love Song of J. Robert Oppenheimer

Partilhar
test
TÍTULO
The Love Song of J. Robert Oppenheimer
AUTORES(AS)

Carson Kreitzer

SINOPSE

“Atrevo-me eu a perturbar o universo?” A ascensão e queda de J.Robert Oppenheimer irrompem nesta peça caleidoscópica que explora questões de fé, consciência, e as consequências da incessante busca por conhecimento. Ato Um: Math. A corrida febril em tempos de guerra para construir a primeira arma nuclear, por uma coleção de físicos anteriormente teóricos, muitos deles judeus fugidos da Alemanha de Hitler. O sucesso torna-se em horror quando “o Engenho” é largado, primeiro em Hiroshima, depois em Nagasaki. Ato Dois: Aftermath. Oppenheimer confronta a sua consciência; a Rússia passa de aliado a inimigo. O medo Vermelho está a todo o vapor à medida que mudamos para a sala de tribunal. A esposa de Oppenheimer, Kitty, bebe; J.Edgar Hoover faz a dança dos sete véus; e o Pai da Bomba Atómica vê a sua permissão de segurança revogada, expulso do mundo que ajudara a criar. Num flash é este o fim da sua vida, J. Robert Oppenheimer passeia-se pelo deserto do Trinity Test Site, degladiando-se com as suas memorias e com um assustador, sexy e inesperado demónio: Lilith, a primeira mulher da mitologia hebraica, expulsa do Éden por se recusar a comportar-se. Silvando-lhe ao ouvido, ela leva-o a admitir aquilo que ele se recusa a aceitar: uma raiva que espelha a dela. “Oppie” é assombrado por ações, decisões, e uma trindade de mulheres – mãe, esposa Kitty, e amante Jean Tatlock. O suicídio dela nunca está longe da mente dele; as ligações Comunistas dela nunca estão longe da do governo.

DISPONIBILIDADE
Disponível
ANO
2006
ISBN
978-1-58342-363-9
TIPOLOGIA
Peça de Teatro
EDITORA
Dramatic Publishing
biografia

Carson Kreitzer

Dramaturga, letrista e librettista, Carson Kreitzer foi recipiente da bolsa Jonathan Larson Grand de 2016 para “Lempicka”, um musical inspirado pela vida e obra de Tamara de Lempicka, escrita com o compositor Matt Gould.

A sua produção enquanto dramaturga inclui “The Love Song of J. Robert Oppenheimer”, vencedora do Rosenthal New Play Prize, do American Theatre Critics’ Steinberg New Play Citation e do Barrie Stavis Award e foi publicado pela Smith and Kraus em “New Playwrights: Best Plays of 2004″ e pela Dramatic Publishing (e disponível no CDAPC), “Self Defense or the death of some salesmen”, “Flesh and the Desert”, “The Slow Drag”, “Slither”, “Behind the Eye” “Lasso of Truth”.

As suas peças têm sido produzidas ou desenvolvidas pela Cincinnati Playhouse in the Park, pelo The Public Theatre, pelo The Royal Court Theatre, pelo The Guthrie Theater, o Portland Center Stage, o Clubbed Thumb, o New Georges, o Mabou Mines e o The Actors Gang”, entre outros.

É antiga aluna da New Dramatists, membro fundador do Workhaus Collective, escritora afiliada do Playwrights’s Center de Minneapolis, e artista associada dos New Georges e Clubbed Thumb.

Recebeu duas vezes a Jerome Fellowship e três vezes a McKnight Fellowship in Playwrighting, e tem sido apoiada pelas fundações Toulmin e Mellon, pelas NYFA, NYSCA, TCG e NEA, assim como em residências com a MacDowell Colony, o The Tyrone Guthrie Center em Annaghmakerrig (bolsa Dowling), Hedgebrook (rêsidencia do Alpert Award)  e com o The Hermitage. Foi a primeira bolseira do Playwrights Of New York (PoNY) no Lark Play Development Center.

Tem o seu trabalho publicado pelas Dramatic PublishingPlayscripts e Smithand Kraus. A coletânea Self Defense and Other Plays está disponível pela No Passport Press.

Mais Informação: www.dramaticpublishing.comwomenwriters.as.uky.eduwww.gf.org e en.wikipedia.org

Menu Icon