Search Icon
Marionet Logo
Menu Icon
Peça de Teatro

The Talking Cure

Partilhar
test
TÍTULO
The Talking Cure
AUTORES(AS)

Christopher Hampton

SINOPSE

The Talking Cure lida com os anos iniciais de C.G. Jung e a decisão de experimentar, usando o novo e controverso método de Freud da psicanálise, com uma jovem paciente Russa, Sabina Spielrein. O sucesso da experiência e o desabrochar da relação com Sabina inaugura, assombra e finalmente envenena a amizade de Jung com Freud; e as ideias e conflitos em que os três são submersos incorporam, como Jung acaba por perceber, as forças destrutivas que estão para assoberbar o desastroso século que vem.

DISPONIBILIDADE
Disponível
ANO
2002
ISBN
978-0-571-21485-3
TIPOLOGIA
Peça de Teatro
EDITORA
Faber and Faber Inc.
biografia

Christopher Hampton

Christopher Hampton é dramaturgo, argumentista, realizador e produtor.

Nascido em 1946, na Horta, nos Açores, passou a infância em Aden no Egito e em Zanzibar, tendo depois estudado francês e alemão na Oxford University. Foi o mais novo escritor a ter uma peça sua produzida no West End, e no fim dos anos 60 foi dramaturgo residente no Royal Court Theatre.

Entre as suas peças podem-se contar When Did You Last See My Mother (1966), produzida no The Royal Court TheatreTotal Eclipse (1968), The Philanthropist (1970), Savages (1974) e Treats (1976).

Nos seus argumentos para cinema estão incluídas  traduções de clássicos  como A Doll’s House (1970) de Henrik Ibsen, Tales from the Vienna Woods (1977) e Tartuffe (1984) de Moliére, e para a televisão The History Man para a BBC, The Ginger Tree (1989) e Tales from Hollywood (1989).

Em 1985 escreveu a peça Les Liaisons Dangereuses adaptada e traduzida do romance de Choderlos de Laclos e mais tarde adaptada para cinema. O filme resultante Dangerous Liaisons foi um enorme sucesso internacional. Também escreveu e realizou Carrington, sobre a relação de Lytton Strachey com a pintora Dora Carrington.

Outros trabalhos incluem traduções da obra de Yasmina Reza para o palco, e versões de Chekhov e de Odon von Horvath. Escreveu a adaptação ao palco e coescreveu as letras para Sunset Boulevard de Andrew Lloyd Webber, e mais recentemente o argumento para o filme, nomeado para os BAFTA, Atonement (2007), que lhe valeu uma nomeação para o prémio da Academia para Melhor Argumento Adaptado.

Os seus trabalhos recentes incluem as peças The Talking Cure (2002) e Appomattox (2012), os musicais Rebecca (2012) e Stephen Ward the Musical (2013) e adaptações ao cinema de A Dangerous Method (2011) baseado em A Most Dangerous Method de John Kerr; Ali and Nino (2012) adaptado do romance homónimo de Kurban Said; e The Thirteenth Tale (2013), adaptado para a BBC.

Mais Informação: literature.britishcouncil.orgwww.faber.co.ukwww.imdb.com e en.wikipedia.org

Menu Icon